Brazilians Against Time mistura speedrun e apoio ao próximo – e começa amanhã!

Quem gosta de Speedrun? E de ajudar ao próximo? A Brazilians Against Time (ou BRAT, se preferir) faz os dois. Trata-se de uma empresa que produz conteúdo na forma de maratonas beneficentes de speedrun desde 2016.

Maratona? Speedrun?

Calma, explicamos. Speedrun é a prática de terminar um jogo diante de uma meta de tempo pré-estipulada, e preferencialmente, o mais rápido possível. O jogador marca o tempo que levou e compara com outros. É uma tendência que se tornou popular entre os streams,  e eventos como a norte americana Games Done Quick e a própria  Brazilians Against Time unem esta prática com o ato de ajudar ao próximo, ao criarem maratonas – eventos de longa duração e ininterruptos onde várias speedruns ocorrem em sequência, uma após a outra – , sempre com o intuito de angariar fundos para uma entidade beneficente ou instituição de caridade.

Normalmente, estes eventos ou maratonas acontecem de forma presencial, onde cada participante, ou ‘runner’, leva seu próprio equipamento (consoles, PC’s e controles) para jogar ao vivo e comentar nas outras speedruns. Não é uma competição, é um evento voltado inteiramente para o público – e para os fins beneficentes. Este ano, entretanto, por conta do surto causado pelo novo Coronavirus (COVID-19), em decisão responsável dos organizadores, o evento, pela primeira vez, não será realizado de forma presencial, mas acontecerá inteiramente online, com a participação de toda equipe remotamente. Na edição deste ano, cada ‘runner’ fará sua speedrun diretamente de casa, e o evento, que contará com a ajuda da Beyond The Summit – BTS, conhecida pela realização de eventos de DOTA 2 – , cuidará da transmissão para o público.

A instituição ajudada este ano será a MSF – Médicos Sem Fronteiras, que receberá a ajuda do evento pela terceira vez. A BRAT já arrecadou mais de R$ 80.000 ao longo de seus eventos, tendo ajudado também instituições como AACD e APAE-SP. Todo o valor destinado às instituições é arrecadado via doações do público, e os doadores não ajudam apenas as instituições, mas podem ser recompensados concorrendo a prêmios ao final do evento, além da possibilidade de estabelecer condições para os runners ou adicionar mais jogos a serem ‘corridos’, caso atinjam a meta coletiva de doações. Qualquer um pode doar qualquer valor, quantas vezes quiser. Quanto maior o valor doado, mais chances de concorrer aos prêmios ao final do evento.

Este ano, o evento contará com mais de 78 jogos, que serão zerados o mais rápido possível, em uma transmissão de 6 dias, de forma ininterrupta. A lista é grande e traz desde jogos mais antigos, como o primeiro Castlevania (NES) e Super Mario World (Snes), até os mais recentes, como Devil May Cry 5 e Bloodstained: Ritual of the Night, passando por diversos outros clássicos neste caminho. A lista completa com todas runs e horários já está disponível na agenda oficial do evento.

Mais informações no Twitter da BRAT, em que eles fazem a contagem regressiva para o evento, além de explicar vários termos técnicos em forma de glossário para quem ainda não está por dentro do mundo dos Speedruns.

A Brazilians Against Time deste ano começa às 16:00 de amanhã (06) e vai até as 06:00 da próxima segunda (12). Você pode conferir as transmissões ao vivo no Twitch da BRAT. Recomendamos que passe por lá e, se possível, deixe uma doação. Em tempos de quarentena, ficar em casa é ajudar ao próximo em dobro!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s