Resident Evil 3 supera a marca de 2 milhões de cópias vendidas na primeira semana, revela Capcom

A Capcom comemora mais um sucesso, e ele tem nome: Resident Evil 3 Remake, lançado no início deste mês. O jogo recebeu feedbacks variados da imprensa, mas não vamos nos aprofundar neste quesito, pois, ao contrário das opiniões, o que não diverge aqui são os números que o título têm alcançado. A Capcom revelou hoje (13), através de um press release em seu site, que o RE3 Remake já teve mais de 2 milhões de cópias vendidas em apenas 5 dias, que corresponde ao primeiro relatório de vendas (Week 1) do jogo.

O valor acima diz respeito às cópias de Playstation 4, Xbox One e PC enviadas às lojas físicas e digitais do mundo inteiro. O termo não necessariamente representa o número efetivo de vendas do jogo ao consumidor, mas é uma estimativa que as publishers utilizam, pois não há, ao certo, como saber quantas das cópias enviadas às revendedoras foram, efetivamente, vendidas, por isso, contabiliza-se a demanda das lojas, que representa cerca de 50% das unidades vendida.

A franquia Resident Evil começou em 1996 e consiste em uma série de jogos no estilo survival horror e ação, em que o jogador utiliza uma variedade de armas e itens para escapar de situações aterrorizantes. A série, como um todo, já vendeu mais de 95 milhões de cópias no mundo inteiro desde que teve início, há 24 anos, tornando-a a IP mais rentável da Capcom.

Em ordem, as franquias da Capcom que mais venderam. De Resident Evil a Mega Man.

Resident Evil 3 Remake, ao mesmo tempo em que segue os passos de Resident Evil 2 Remake (3 milhões de cópias na primeira semana de lançamento, em Janeiro de 2019 – mais de 6.5 milhões até o momento), vai se aproximando, cada vez mais, dos números do título original de 1999, que já vendeu 3.5 milhões de cópias no mundo inteiro desde que foi lançado, em comparação aos 2 milhões da reimaginação, em apenas cinco dias. A diferença é que o RE3 original teve um custo de produção incrivelmente baixo, gerando um lucro exorbitante para a Capcom.

A Capcom comemora o sucesso, e explica a estratégia, dizendo que, diante do fechamento de lojas físicas por conta do isolamento social imposto pela pandemia, apostou alto na promoção digital do jogo, através da disponibilização de uma demo gratuita do jogo, e do beta aberto de Resident Evil Resistance (multiplayer assimétrico online que acompanha RE3), além de observar com atenção a recepção dos fãs.

Os bons números de ambos os REmakes de Resident Evil 2 e Resident Evil 3, talvez tenha sido o motivo pelo qual a Capcom teria, supostamente, dado o sinal verde para o suposto Resident Evil 4 Remake, que estaria em produção.

Resident Evil 3 Remake está disponível para Playstation 4, Xbox One e PC, desde 03 de Abril de 2020. O jogo vem acompanhado do multiplayer online assimétrico Resident Evil Resistance, que já tem nosso review.

Um comentário sobre “Resident Evil 3 supera a marca de 2 milhões de cópias vendidas na primeira semana, revela Capcom

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s